Varicocele e infertilidade: uma relação de causa e efeito

Varicocele e infertilidade: uma relação de causa e efeito

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a infertilidade é um problema que atinge cerca de 15% da população mundial. Muitas pessoas associam o problema principalmente às causas femininas, como a endometriose ou a síndrome dos ovários policísticos, mas as causas masculinas são estatisticamente equivalentes às femininas quando falamos em infertilidade conjugal.

Para que a adequada avaliação e os exames de fertilidade sejam realizados em ambos, sempre recomendo às minhas pacientes que venham à consulta acompanhadas de seus companheiros. Entre as causas masculinas, uma relação se destaca: varicocele e infertilidade.

É sobre esta doença que falarei no post de hoje.

Varicocele

A varicocele é uma doença que provoca a dilatação das veias que drenam o sangue dos testículos, órgão sexual masculino responsável pela produção de testosterona e dos espermatozoides.

O problema compromete o funcionamento normal das veias, formando varizes locais (parecidas com as que se formam nas pernas), diminuindo o retorno do sangue venoso e represando este sangue nos testículos. Suas causas podem ser:

  • ausência ou incompetência das válvulas das veias que drenam o sangue da região testicular;
  • dificuldade de drenagem venosa por obstrução ou compressão do sistema venoso.

A varicocele é uma doença que se desenvolve lentamente e, na maior parte das vezes, permanece assintomática. Por isso, sempre reforço a importância da consulta e do exame físico do homem para os casais que investigam a infertilidade.

Quando surgem, os principais sintomas são:

  • dor na região testicular;
  • sensação de peso no saco escrotal;
  • palpação de veias varicosas com textura característica ao exame físico.

Varicocele e infertilidade

A varicocele é a maior causa de infertilidade masculina, e se dá devido a dois principais acometimentos causados pela doença.

Um deles é o aumento da temperatura dos testículos devido ao represamento de sangue no local, e o segundo é a “toxicidade” local causada pela falta de drenagem no local.

Os testículos ficam localizados na região escrotal exatamente para que tenham uma temperatura mais baixa que a do corpo (pelo menos 2o C mais baixa), criando condições ideais para a produção de espermatozoides. A temperatura mais alta prejudica essa produção, levando à alterações na quantidade, motilidade e forma dos espermatozoides.

Também podem ocorrer alterações na qualidade dos espermatozoides não identificadas no espermograma convencional. Estas alterações estão relacionadas ao estresse oxidativo que podem levar à fragmentação do DNA espermático Todas estas alterações podem dificultar a gravidez.

Tratamento

O diagnóstico da varicocele é feito a partir do exame clínico. Em casos onde não é possível a adequada avaliação pelo exame físico ou em casos de pacientes já operados que desejamos avaliar a recidiva da varicocele (retorno da doença), a ultrassonografia dos testículos com doppler pode auxiliar no diagnóstico.

A infertilidade é constatada a partir da alteração em pelo menos 2 espermogramas (exame que avalia a quantidade e a qualidade dos espermatozoides presentes no sêmen).

Para os homens que desejam ter filhos, indico o tratamento cirúrgico como uma opção de tratamento em casos com o diagnóstico clínico da varicocele, alteração no espermograma ou fragmentação do DNA espermático aumentada e que não exista fator feminino de infertilidade.

A técnica cirúrgica com melhores resultados é feito com uma pequena incisão (pequeno corte) na região sub-inguinal (abaixo da virilha) e com o uso de microscópio cirúrgico. O espermograma deve ser repetido posteriormente, normalmente iniciando-se a avaliação após 3 meses da cirurgia.

Em outras situações, indico a realização de técnicas de reprodução assistida, que são suficientes para que o casal possa engravidar. A relação entre varicocele e infertilidade é amplamente conhecida, e por isso é preciso que os homens estejam atentos e, assim como as mulheres consultem o urologista com uma certa frequência.

Como a varicocele é uma doença de consequências cumulativas, quanto antes for diagnosticada e tratada, melhor será seu resultado.

Gostou de saber um pouco mais sobre a relação entre varicocele e infertilidade? Então compartilhe este texto nas suas redes sociais para que seus amigos também fiquem por dentro do assunto!

Especialista em reprodução humana, habilitado e capacitado para atender casais com infertilidade, faz parte das mais importantes sociedades relacionadas a área de Reprodução Assistida como a American Society for Reproductive Medicine, European Society of Human Reproduction and Embriology, Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida e Sociedade Brasileira de Urologia.

Deixe seu comentário

Postagens Relacionadas

See all posts