Fertilização In Vitro (FIV)

Fertilização In Vitro

A Fertilização In Vitro ou FIV é o procedimento de reprodução assistida disponível atualmente que oferece a maior taxa de resultados positivos.

Nesta técnica de alta complexidade, os óvulos são coletados do ovário da paciente para então serem fertilizados em laboratório, onde devem permanecer de dois a sete dias em cultura adequada para que as primeiras divisões celulares ocorram.

Em seguida um a quatro desses embriões, dependendo do caso em questão e da idade da paciente, são reintroduzidos no interior do útero, onde eles devem se fixar e continuar a gestação de forma natural.

A maior diferença entre a fertilização in vitro e a inseminação intrauterina se encontra no fato que enquanto na inseminação artificial, espermatozoides são inseridos no útero, na fertilização in vitro são embriões em uma fase adiantada de desenvolvimento que são posicionados.

As diferenças entre as taxas de sucesso também são bem expressivas, chegando até aos 65% nos casos de FIV, contra os 12% da relação o sexual programada e os 20% da inseminação artificial.

No caso de insucesso na primeira tentativa, uma nova FIV poderá ser feita após um ciclo menstrual, não havendo um número limite de vezes que o procedimento possa ser realizado.