Reversão de Vasectomia

No procedimento de vasectomia o ducto deferente, que leva os espermatozoides do testículo para o exterior através da ejaculação, é cortado, impedindo que os espermatozoides sejam expelidos, mas não interrompendo sua fabricação.

Reversão da Vasectomia

 

Dessa forma, um homem que foi submetido à vasectomia pode ter meios de conceber novamente, se este for seu desejo. Para isso, atualmente, existem duas maneiras possíveis. Uma delas é a Fertilização In Vitro, onde os espermatozoides serão coletados pela técnica de PESA, aspirando-os diretamente do epidídimo.

A outra possibilidade é a reversão de vasectomia. As taxas de sucesso da reversão estão diretamente relacionadas ao tempo desde a vasectomia até a reversão. Os melhores resultados são em reversões realizadas até 4-8 anos após a cirurgia. Também estão relacionados ao sucesso da reversão a técnica utilizada e a experiência do cirurgião. Atualmente, a técnica padrão que apresenta os melhores resultados é através de microcirurgia.

Se feita dentro do prazo de segurança de cinco anos, a taxa de sucesso da reversão de vasectomia pode chegar a 80%. O resultado completo do procedimento só poderá ser comtemplado em sua plenitude dentro de 12 a 18 meses após a intervenção. Espermogramas realizados periodicamente ajudam a acompanhar o sucesso e a evolução da cirurgia.