Infertilidade Sem Causa Aparente (ISCA)

Infertilidade Sem Causa Aparente (ISCA)

Após realizados todos os exames necessários para a avaliação das possíveis causas da infertilidade do casal e não se conseguiu chegar a nenhuma conclusão sobre quais alterações orgânicas ou fisiológicas estão impossibilitando a concepção natural, é então diagnosticado a Infertilidade Sem Causa Aparente, ou ISCA.

Aproximadamente 10 a 15% dos casais que procuram assistência em clínicas de reprodução humana são diagnosticados com ISCA.

Com um diagnóstico inconclusivo, indica-se então os tratamentos de reprodução assistida que melhor se encaixe com a idade da mulher e o tempo que o casal vem enfrentando problemas de infertilidade.

Para casais jovens em idade fértil, muitas vezes uma reeducação alimentar, revisão de hábitos e melhoria na qualidade de vida, assim como o controle do estresse podem trazer resultados benéficos na busca da gestação.

Nos demais casos três tipos de tratamento podem ser indicados: a Indução da Ovulação, a Inseminação Intrauterina e Fertilização in vitro. A preferencia por cada um deles sendo determinada de acordo com cada caso e sempre pensando na prevalência estatística de sucesso que cada método oferece.