Conheça 5 causas que dificultam o casal de engravidar

Dificuldade em engravidar

Ter um filho é o sonho de muitos, mas para alguns casais, ele não é tão simples de realizar.

Segundo a Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva, 2 em cada 10 casais enfrentam alguma dificuldade de engravidar, seja por problemas provenientes do homem, da mulher, de ambos ou de causas desconhecidas ou não aparentes.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a infertilidade pode ser definida como a ausência de sucesso na concepção após 1 ano de tentativas, com relações sexuais frequentes e sem o uso de métodos contraceptivos.

Mulheres abaixo dos 35 anos de idade devem procurar um especialista após 1 ano de tentativa de gestação sem sucesso. Em mulheres acima dos 35 anos de idade, após 6 meses de tentativas de gravidez sem sucesso, um especialista deve ser consultado. Uma consulta antes desses períodos deve ser realizada, caso já existam fatores de infertilidade conhecidos presentes no casal.

Se o seu caso se aplica a esses exemplos, não se preocupe. Listamos aqui 5 causas de infertilidade para ajudar você a buscar o melhor tratamento. Vamos conhecê-las?

1. Endometriose

A endometriose afeta milhões de mulheres em todo o mundo. Essa condição consiste no crescimento do tecido que recobre a face interna do útero — o endométrio — em locais atípicos como bexiga, ovários e até intestino, podendo levar a inflamações e outras complicações.

Os sintomas são dores abdominais fortes, cólicas, desconforto durante a relação sexual, problemas urinários, entre outros. Por mais que alguns medicamentos controlem a doença, para engravidar é comum recorrer a procedimentos cirúrgicos ou a FIV.

2. Idade Materna

A idade da mulher é o principal fator relacionado a chance de gravidez. O ovário é como um armazém, uma vez que a mulher já nasce com todos os óvulos que utilizará durante a sua vida. Assim, com o passar dos anos a reserva ovariana (quantidade de óvulos que ela possui) vai diminuindo assim como a qualidade destes óvulos vai piorando.

Isso faz com que com o tempo, a chance de uma mulher engravidar naturalmente ou com tratamentos vai diminuindo, enquanto o risco de aborto e as chances de alterações genéticas vai aumentando (todos estes fatores estão relacionados à piora da qualidade dos óvulos). Atualmente, a idade da mulher vem tornando-se uma das principais causas de infertilidade, uma vez que as mulheres estão deixando para engravidar cada vez mais tarde.

Se você ainda não sabe quando pretende tentar engravidar, ou mesmo se desejará engravidar no futuro, vale a pena pensar no congelamento de óvulos como forma de preservação de fertilidade.

3. Síndrome do ovário policístico

A síndrome do ovário policístico é a causa mais comum dentre os fatores ovulatórios que dificultam a concepção. Pele excessivamente oleosa, obesidade, acne, ciclos menstruais irregulares e cólicas são alguns dos sintomas da SOP.

Entre os possíveis tratamentos, podemos citar: mudanças de estilo de vida, através de uma dieta equilibrada e realização de atividades físicas; uso de medicamentos que controlam os níveis hormonais e a indução da ovulação. O melhor tratamento a ser utilizado dependerá se a paciente deseja engravidar ou apenas controlar os sintomas e possíveis complicações da SOP.

4. Varicocele

Apesar de ser uma surpresa para muitos, a varicocele é a principal causa de infertilidade entre os homens e consiste na dilatação dos vasos sanguíneos que drenam o sangue dos testículos, formando varizes semelhantes às que acometem as pernas.

Sintomas como dores e atrofia testicular podem acontecer. O melhor tratamento, quando indicado, consiste em cirurgia. Esta, deve idealmente ser realizada com o auxílio de um microscópio cirúrgico (microcirurgia), aumentando as taxas de sucesso e diminuindo os riscos de complicações pós-cirúrgicas. Entre três e seis meses após a cirurgia, já é possível avaliação de possível melhora do sêmen, através da realização de um espermograma.

5. Ansiedade e estresse

Ao contrário do que muitos pensam, a infertilidade pode estar relacionada a fatores emocionais também, como, por exemplo, a ansiedade e o estresse. Eles alteram o funcionamento do hipotálamo e prejudicam a secreção de hormônios importantes. Além disso, também podem gerar problemas com a ereção e a relação sexual em si.

Assim, é fundamental levar uma vida mais tranquila, seguir uma alimentação saudável, praticar exercícios físicos e atividades que visam o equilíbrio e aproveitar o momento a dois sem obrigações. Em casos mais graves, é recomendável procurar ajuda psicoterápica.

Vale lembrar que a dificuldade de engravidar não deve ser confundida com a esterilidade, que é a impossibilidade de engravidar. Se você está tendo dificuldade para engravidar, procure um especialista no assunto e realize o sonho de ter o seu bebê!

Gostou desse post e quer continuar bem informado sobre outros temas relacionados à reprodução humana? Então não deixe de nos acompanhar no Instagram e no Facebook!

Especialista em reprodução humana, habilitado e capacitado para atender casais com infertilidade, faz parte das mais importantes sociedades relacionadas a área de Reprodução Assistida como a American Society for Reproductive Medicine, European Society of Human Reproduction and Embriology, Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida e Sociedade Brasileira de Urologia.

Deixe seu comentário

Postagens Relacionadas

See all posts