Como é a primeira consulta com especialista de reprodução humana?

como-e-a-primeira-consulta-com-especialista-de-reproducao-humana

Em busca de realizar o sonho de ter um filho, muitos casais descobrem a infertilidade e iniciam o acompanhamento médico com um especialista em reprodução humana.

Apesar desse contratempo, a maioria dos casais diagnosticados como inférteis consegue engravidar. Esse fato prova que ter receio é normal, mas que não há motivos para adiar essa consulta. Afinal, os problemas não se resolverão sozinhos e o adiamento de uma avaliação adequada do casal pode piorar o quadro e diminuir as chances da realização do sonho da gravidez.

Mas como é a consulta com o especialista em reprodução humana? Quais perguntas serão feitas pelo médico? Quais exames são pedidos? A seguir, vou responder a estas e outras dúvidas. Acompanhe!

Quando ir a um especialista em reprodução humana?

Após um ano de tentativas sem sucesso — ou seja, quando a gravidez não ocorre após um ano de relações sexuais frequentes (2-3 vezes por semana) e sem o uso de métodos contraceptivos —, o casal deve iniciar a investigação da infertilidade.

Se a mulher tiver mais de 35 anos, no entanto, essa investigação deve começar mais cedo, após seis meses de tentativas.

Quais as perguntas feitas pelo médico?

Basicamente, é importante que nós, médicos, saibamos:

  • há quanto tempo o casal está tentando engravidar;
  • há quanto tempo o casal está junto;
  • qual a frequência de relações sexuais deste casal;
  • se um dos dois já tem filhos; se tiverem filhos, se o filho é deste ou de relacionamentos anteriores;
  • investigar o histórico ginecológico da mulher e urológico do homem;
  • se os parceiros sofrem ou sofreram de alguma doença;
  • se há histórico de alguma DST na relação;
  • se há histórico de cirurgias prévias;
  • se o casal já tentou algum tratamento de reprodução assistida;
  • informações sobre o uso de medicamentos;
  • informações sobre o consumo de álcool, tabaco e outras drogas.

Além disso, é importante saber o histórico familiar, como, por exemplo, se existem outros casos de infertilidade ou menopausa precoce nas suas famílias.

Como é o exame físico?

Em geral, é feita a aferição de pressão arterial, frequência cardíaca, temperatura, peso e altura. Também conduzimos um exame físico completo para a identificação de qualquer alteração corporal nos pacientes.

O exame da genitália e das mamas pode ser feito nessa primeira consulta ou com encaminhamento a algum outro profissional, se assim for acordado entre o paciente e o seu médico.

Como é feita a investigação da infertilidade?

O objetivo da investigação de infertilidade é descobrir se há algum motivo específico impedindo a ocorrência da gravidez e planejar como essa condição poderá ser resolvida ou contornada pela medicina.

Para isso, é essencial que tanto o homem quanto a mulher realizem exames, já que a infertilidade é igualmente comum em ambos os sexos.

Quais exames são pedidos para o homem?

Além de exames tradicionais de um check-up, como hemograma e exame de urina, o principal exame para avaliação da fertilidade do homem é o espermograma. Os principais aspectos analisados no espermograma são:

  • quantidade de espermatozoides;
  • mobilidade dos espermatozoides;
  • forma dos espermatozoides.

Vale frisar que o espermograma não é um atestado de esterilidade ou não. As alterações espermáticas podem levar à diminuição nas chances de gravidez do casal, mas não necessariamente excluir a chance de gravidez.

Um espermograma alterado nunca deve ser considerado isoladamente. Caso apresente alteração, o exame deve ser repetido após 2 a 3 meses e podem ser solicitados mais exames, como exames hormonais, genéticos e de imagem.

Quais exames são pedidos para a mulher?

A investigação feminina é um pouco mais complexa, não existindo um exame único para a avaliação da capacidade reprodutiva da mulher como o espermograma para os homens.

Isso significa que a avaliação demanda exames que verificam não apenas a produção de gametas, mas também a capacidade do útero e do organismo feminino como um todo de carregarem a gestação até o fim.

Além dos exames ginecológicos de rotina (papanicolau e exames de mama), os exames pedidos variam de acordo com a suspeita que nós, médicos, verificamos durante a consulta. Dentre os possíveis exames, podemos citar:

  • hemograma completo;
  • dosagem de FSH, estradiol, hormônio anti-mulleriano e outros hormônios sexuais;
  • dosagem de hormônios da tireoide e prolactina;
  • ultrassom transvaginal;
  • histerosalpingografia;
  • video-histeroscopia;
  • video-laparoscopia;
  • pesquisa de trombofilias;
  • exames genéticos.

Como é feito o acompanhamento após os exames?

Tudo depende do resultado dos exames do casal. Somente após essa avaliação inicial é que eu e o casal poderemos planejar o acompanhamento e os procedimentos a serem realizados.

Em alguns casos, basta realizar o tratamento de uma doença específica, como a varicocele, para que o casal possa engravidar naturalmente. Já em outros casos, são necessários tratamentos mais complexos, como a inseminação artificial ou a fertilização in vitro (FIV).

E aqui vai mais um conselho meu para você: muitas clínicas oferecem acompanhamento psicológico para os casais que desejam receber um apoio emocional extra durante essa fase da vida.

Esse acompanhamento é importante para todos os pacientes que estão enfrentando a dificuldade para engravidar e pode auxiliá-los nesta jornada reprodutiva. Então, fique tranquila, pois você e seu companheiro estarão bem amparados!

Gostou de saber mais sobre a primeira consulta com o especialista em reprodução humana? Aproveite para curtir minha página do Facebook e continuar acompanhando as próximas postagens aqui do blog!

Especialista em reprodução humana, habilitado e capacitado para atender casais com infertilidade, faz parte das mais importantes sociedades relacionadas a área de Reprodução Assistida como a American Society for Reproductive Medicine, European Society of Human Reproduction and Embriology, Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida e Sociedade Brasileira de Urologia.

Deixe seu comentário

Postagens Relacionadas

See all posts