Antecipação de Partos

A ANS (Agência Nacional da Saúde) tem uma campanha pelo parto normal que ganha ainda mais força agora no fim do ano. Isso por que em dezembro, antes da festas de fim de ano as cesarianas aumentaram em 9% e durante as festas, de 26 a 31 de dezembro, diminuíram em 23% no ano passado.

A ansiedade de ter o filho em seus braços, o medo de não ter o médico que acompanhou todo o processo de gravidez no momento do parto e a vontade de passar as festas já com o filho em casa pode criar problemas ao invés de antecipar sonhos. Atendo muitas famílias que sonham muito com o bebê, mas esquecem que o planejamento para o nascimento não deve ser feito segundo a vontade dos adultos.

Alguns hospitais já estão aderindo ao programa “A hora do Bebê: pelo direito de nascer no tempo certo” que visa diminuir o número de cesarianas agendadas sem motivos clínicos.”Segundo a ANS, há evidências científicas de que bebês nascidos de cesarianas são internados em UTI neonatal com mais frequência e, quando não há indicação clínica, a cesariana pode aumentar o risco de morte da mãe e as chances de complicações respiratórias para o recém-nascido. Isto porque, se o parto for realizado antes das 39 semanas de gestação, o nascimento pode ocorrer sem a completa maturação pulmonar do bebê, além de o trabalho de parto também completar o ciclo de amadurecimento do bebê”, segundo site da organização.

Consulte seu médico e fique atento às recomendações dele. Saúde em primeiro lugar.

Deixe seu comentário

Postagens Relacionadas

See all posts